Não viaje para lá, viva lá

Não viaje para lá, viva lá

O Airbnb (serviço online comunitário para as pessoas anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações) lançou nessa semana um comercial que consolidou vários insights que tive nos últimos dias. Normalmente pensamos em conhecer novos lugares com uma mente “turística” – Percorrer todos os pontos, fazer selfies e experimentar aquilo que é mais famoso e recomendado. A experiência não é o local em si, mas ir lá. Estamos começando a programar nossa próxima viagem e o que me veio à mente é não fazer uma viagem para ir “lá”, mas viver lá – Nem que seja por um punhado de dias apenas.

Nós queremos conhecer o dia a dia das pessoas, frequentar o lugar que elas frequentam, viver como elas vivem – E isso nós podemos fazer literalmente em qualquer lugar, em qualquer momento. Esse tipo de experiência nos enriquece além das selfies nos cartões postais porque geram memórias que são mais relevantes, mais nossas. São experiências mais econômicas sem dúvidas.

Eu já li vários textos emocionados de pessoas que amam Curitiba, mas quando cheguei em Curitiba me perguntei: “Cadê os pontos turísticos (além de um ou outro mais famoso)?”. Fiquei meio decepcionado, mas hoje entendo que esse amor não é um “Nossa! Já viu aquela construção?”, mas é algo mais íntimo, talvez relacionado ao clima ou ao estilo de vida que as pessoas parecem levar. Infelizmente eu fui lá, mas não vivi lá.

Talvez você esteja se preparando para conhecer aquele restaurante. Não vá para pedir pro garçom tirar uma foto (meu Deus! Eu fiz isso hoje!), mas vá para desfrutar um cardápio diferente do convencional, para viver as coisas através da sua própria experiência e não da experiência de todo mundo.

Vou concluir com a descrição desse comercial do Airbnb que comecei o post:

Quando você fica em um Airbnb você recebe mais que um lar. Você recebe mais que uma cidade. Você recebe uma vizinhança. A cafeteria local é sua também. Onde quer que você vá, você se sente como se vivesse lá. Nem que seja apenas por uma noite.

image

2 comentários sobre “Não viaje para lá, viva lá

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s