A semana em Curitiba

Saímos de Volta Redonda na terça de manhã bem cedo e depois de 9, nem tão cansativas horas de viagem na estrada, chegamos em Curitiba para alguns dias de trabalho conhecendo a estrutura dessa que é a segunda maior Bola de Neve Church no Brasil com aproximadamente 7 MIL MEMBROS! Quem nos recebeu foi o Rafael, responsável por uma empresa que cria aplicativos para Igrejas (que inclusive criou o da IPV) e é voluntário (uma palavra que ouvimos muitas vezes no nosso dia).

IMG_20160106_185833
Auditório da Igreja

A Igreja funciona onde já foi um dia um grande ginásio poliesportivo. E eles meio que fizeram questão de manter o máximo dessa estrutura. Ao andar pelo templo, salas… Tudo foi preservado, uma grande sacada. São vários telões, algumas TVs, tudo para que todos aproveitem ao máximo a experiência de estar lá. Em plena quarta feira, janeiro, férias… A Igreja estava lotada. Por isso, inclusive, que eles já estão ensaiando mudar para um estádio. É aquele lance: Você está na calçada, na segurança, quer dar mais um passo, então é melhor ir longe. Vai pro meio da rua de uma vez pela fé!

O Pastor da Igreja na Colômbia que ministrou nessa semana
Culto que participamos nessa semana

Durante toda quarta feira estivemos em reuniões com Líderes envolvidos na Comunicação da Igreja: Fotógrafos, Assessores de imprensa, Cinegrafistas, Equipe de Criação… A primeira delas foi com o vice Pastor da Igreja, André Marques, que compartilhou muitas histórias bacanas com a gente.

Nos últimos meses tenho me treinado a ouvir mais histórias do que contar mais histórias. Quanto mais histórias ouço, melhores ficam as minhas histórias. Cada Igreja vive num “mundo” paralelo, tem sua cultura, costumes, então é extremamente interessante conhecer outras Igrejas.

Mesmo com toda excelência daquilo que fazem, em nenhum momento ouvimos “Fizemos um bom trabalho”, mas ouvimos muitas vezes “Estamos caminhando para fazer um bom trabalho”. Esse é o melhor tipo de insatisfação para se ter.

O que mais me cativou neste tempo foi conhecer o voluntariado através do qual a Igreja trabalha. Todos que servem em algum Ministério assinam um termo jurídico e absolutamente tudo que eles produzem se torna propriedade da Igreja. Eles não tem ninguém que trabalhe em tempo integral pela Igreja, de carteira assinada. Todos são voluntários e, inclusive, levam o próprio material de trabalho. Muitos são amadores e, nas palavras do próprio Pastor, possuem um coração mais disposto a se doar do que mãos treinadas para isso. O coração é mais importante, as mãos podem ser ensinadas.

Meio que todos os Líderes envolvidos na Comunicação da Igreja foram em algum momento demitidos de seus trabalhos e motivados pelos Pastores a começarem o próprio negócio. O lance bombou, hoje são bem sucedidos e conseguem dar todo suporte ao Ministério com flexibilidade de horário a ponto de, como no caso do Rafael, conseguir nos receber e dar toda atenção nessa semana.

Algumas considerações

  • Nos hospedamos no Ibis Budget que, fica a dica, tem o melhor custo benefício. Pagamos a diária por R$129. Os quartos são bem pequenos, porém confortáveis. Não tem café nem estacionamento, mas tem WiFi. A localização central dele nos deixou perto de tudo. Ah! Você pode optar pelo café self service por apenas R$12.
    • Na quarta levantamos mais cedo e realizei um sonho de desde a primeira vez que estive em Curitiba no ano passado: Correr no Jardim Botânico.

  • Turismo em Curitiba? Nas horas de folga não havia muitas opções além de conhecer os parques da cidade. Estava programando de voltar esse ano com a Paula, mas já risquei da minha lista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s