O sal rosa do himalaia é real (e algumas substituições para ajudar na saúde)

O sal rosa do himalaia é real (e algumas substituições para ajudar na saúde)

Não faz muito tempo escrevi um post para te ajudar a começar a fazer atividades físicas e não parar, lembra? Hoje vou compartilhar algumas coisas que mudaram na minha rotina nos últimos quatro meses que me ajudaram a perder 6Kg. Pausa para registrar que eu não tenho o peso que tenho hoje há quase 15 anos! É um momento histórico meu amigo. Isso sem contar que não estou em nenhuma dieta-passa-fome ou coisa do tipo. Levei dois anos de casado até, enfim, ceder à insistência da esposa em levar uma vida fit. Prepara o bolso que lá vem história.

A primeira (e talvez mais importante observação):

Não boto fé em nada que leio na internet. Nunca comecei nenhuma dieta ou mudei minha alimentação baseado no que ouvi por aí. Já tentei “comer menos”, mas foi só ilusão. Por conta própria a gente não perde nem 100gr. O ideal mesmo é procurar uma nutricionista de confiança (indico a Laís Ogioni) e compartilhar a vida, as neuras… E aí assim ouvir de quem entende do assunto o que fazer de acordo com a SUA realidade e SUA necessidade. Coisa sob medida mesmo. É bacana investir dinheiro em uma consulta porque quando mexe no nosso bolso a gente valoriza, corre atrás, se esforça pra não ser em vão.

Já tivemos 3 idas à nutricionista e a cada ida ela foi adaptando nosso cardápio, dando sugestões… Nossa alimentação (você já deve imaginar) é de 3 em 3 horas, mas é bem difícil seguir isso à risca, então não se culpe. Se esforce, coma mais em casa, assim você evita muitas tentações. A melhor parte é que podemos “jantar” – Não precisamos dormir de barriga vazia nem ficar substituindo refeições por shakes (que eu já tentei, mas é a pior sensação do mudo – Tipo unha encravada).

Ela nos indicou substituir alguns alimentos por outros mais caros por serem mais saudáveis. Aqui eu faço uma pausa para ressaltar que a melhor época para cuidar bem da saúde é enquanto não vem os filhos. Você faz as substituições, gasta mais com isso, mas não pesa tanto. Agora usar sal rosa do himalaia (isso não é piada) é meio inviável para quem tem filhos. É muita despesa.

Algumas substituições:
  • O sal de cozinha tradicional pelo sal rosa do himalaia (eu disse que não era piada) – Ele é o sal mais puro do mundo.
  • O óleo de cozinha tradicional pelo óleo de coco.
  • Pão de sal pelo panini – Uma receita caseira de fermento, ovo e requeijão que faz um pão genérico que é tipo um pão de queijo na verdade para você rechear.
  • Presunto e mussarela por peito de peru e queijo minas.
  • Refrigerante tradicional por refrigerante zero.
  • Suco de caixinha por suco de garrafinha (aqueles que você mistura água).
  • Paçoca do botequim por bananada sem açúcar (a parte mais difícil de se adaptar).
  • Biscoito recheado por biscoito integral. Isso vale pro arroz, macarrão… Agora é tudo integral ou light.
  • Açúcar União pelo Açúcar União Fit (não tem gosto de adoçante, juro).

Você vai “sentir” um pouco na primeira semana, mas depois é tranquilo. Aqui em casa não compramos mais carne vermelha, deixamos para consumir ela quando almoçamos fora. Não deixamos a pizza, churrasco, chocolates… Continua tudo morando no nosso coração. A diferença é que consumimos isso apenas uma vez na semana. Mentira. É duas vezes.

Um comentário sobre “O sal rosa do himalaia é real (e algumas substituições para ajudar na saúde)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s