Quando o mais importante não é abrir uma nova Célula

Quando o mais importante não é abrir uma nova Célula

Eu meio que criei um parâmetro para identificar se minha Igreja em Células está sadia (lembra do jargão Ovelha sadia sempre dá cria?). O número de Células sempre deve ser maior que o número de Membros.  Por exemplo: Se tenho 100 Membros e 10 Células, não estou sadio. Não estou porque se cada Célula deve alcançar aproximadamente 10 pessoas para multiplicar, então cabe “todo mundo” da minha Igreja nas Células. Logo, não estamos num ambiente preparado para receber mais pessoas. Mas se minha Igreja tem 15 Células e 100 Membros, então estamos “preparados” para receber pelo menos 150 pessoas. Faz sentido para você?

No bairro Santa Rita vimos desde março um salto impactante no número de Células. De 12 Células, hoje somos 23. Éramos uma Igreja de 104 Membros, hoje somos um Igreja de 135. Antes poderíamos alcançar até 120 pessoas, hoje nosso teto está em 230.  O crescimento no número de Membros reflete o crescimento gradual e sadio das Células.

Amo abrir Células, começar do zero… E, por isso, sei que leva tempo até formar uma Célula sadia. Não basta “sair abrindo”, é preciso paciência e muito zelo. Essa história de que sozinho alguém abre 31 Células em 31 dias não cola. Só cola se tiver 31 Líderes prontos para isso, mas sozinho não.

Uma das Células que começamos logo que chegamos em Santa Rita em março é um exemplo bacana disso. Reunimos dois Líderes em potencial que não estavam envolvidos em Células e abrimos uma com eles. Eu e a Paula liderávamos, eles participavam e aprendiam. Não ficamos lá  1 ou 2 semanas, mas MESES! No início não ia ninguém, a gente orava, planejava, sonhava… Fazia propaganda como se já tivéssemos uma multidão com a gente. Lembro de uma festa com muita MUITA comida gratuita que fizemos para receber alguns amigos e foram 28 pessoas! Sabe a melhor parte disso? Hoje a maioria deles permanece na Célula, alguns foram recebidos como Membros da Igreja, outros passaram pelo Batismo… Tudo com muita calma. Sem pular etapas. Relacionamento é a base de tudo – Lá atrás, naquele dia, nutrimos esses relacionamentos.

Nesse dia comemos o pudim sozinhos praticamente rs
Nesse dia comemos o pudim sozinhos praticamente rs

Hoje não lideramos mais essa Célula. Aqueles Líderes lá do início assumiram. Eles tem Líderes em Treinamento e nosso DNA embutidos. Fazem tudo como a gente fazia porque primeiro mostramos, não apenas ensinamos.  A sala que antes mal ocupava um sofá, hoje tem gente sentada no chão. Não vamos mais precisar necessariamente abrir mais uma Célula, vamos poder multiplicar essa. Transferir um DNA sadio leva tempo. A Célula era aos sábados, mas não rompia. Mudamos para quinta e tudo fluiu. Até “acertar” tudo não é fácil.

11350475_10153129322493026_4961212126937299810_n (1)

Dia de festa e comida (muita comida)
Dia de festa e comida (muita comida)

Às vezes o mais importante não é abrir mais uma Célula. É nutrir as que já temos, fazer de cada Célula, uma Célula sadia (usamos as 4 Colunas do MDA para isso). Dezembro vem aí e faremos nossa Festa da Multiplicação. Não vamos começar do zero – Vamos multiplicar. Estamos treinando mais de 20 Líderes que são frutos dessas Células. A família continua crescendo!

A verdade é que a Célula cresceu muito mais depois que saímos
A verdade é que a Célula cresceu muito mais depois que saímos
Anúncios

3 comentários sobre “Quando o mais importante não é abrir uma nova Célula

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s