Além do raio gourmetizador

Além do raio gourmetizador

Embora a Comic Con XP aconteça apenas no dia 5 de dezembro, chegaremos em São Paulo um dia antes. Falta mais de um mês, mas já temos uma lista de lugares que queremos conhecer (inclusive a Tapiocaria Market da Gabriela Pugliesi). Nós não vamos sair para comprar ou comer alguma coisa – Vamos sair para ter uma experiência. E nós nem precisamos sair da cidade para fazer isso. Uma ou duas vezes por mês, por exemplo, vamos a uma cafeteria local chamada Tea Time.

Estive pensando sobre isso nessa tarde depois de encontrar um texto na internet, sobre como temos mudado alguns hábitos em busca de novas experiências. Café por café, tem em todo lugar, a partir de até mesmo R$1,50. Mas o que queremos vai além do produto em si.

Veja só este trecho de um texto do site Exame sobre a Starbucks:

A Starbucks revolucionou o mundo do café, transformando um consumo antes rápido e corriqueiro numa experiência de convivência. Uma famosa figura, derivada de um conceito desenvolvido por Pine & Gilmore em seu livro “Experience Economy”, popularizada pelas redes sociais, usa justamente a experiência proposta pela Starbucks durante o ato de tomar café como o grande diferencial da empresa, e o principal fator que impulsiona sua rentabilidade e o crescimento dos seus negócios.

No entanto, o que é essa “experiência” que a Starbucks proporciona? O que a faz ser diferente de qualquer outra empresa que já serviu café ao redor do mundo? Fala-se muito do café da Starbucks. Mas o propósito da Starbucks não é vender café. A Starbucks quer ser um third place, um terceiro local no qual se esteja livre das tarefas domésticas (o first place) e a salvo das obrigações do trabalho (o second place). A Starbucks pretende ser o que foi a praça no passado, o botequim ou bar, os clubes sociais ou esportivos, ou seja, um ponto de encontro e de convivência.”

Depois deste texto comecei a entender melhor porque esses third places tem aparecido em tantos locais da minha cidade (e provavelmente na sua) e porque eles são tão bacanas e podem ir além do hype e do raio gourmetizador das coisas.

A imagem abaixo ilustra bem o valor que uma boa experiência agrega ao produto:

Experiencia_starbucks1

//platform.twitter.com/widgets.js

Anúncios

Um comentário sobre “Além do raio gourmetizador

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s